Quais as Principais Religiões do Mundo



O mundo é uma fonte de conhecimento, por toda parte que vamos podemos ter cultura e aprender. Com os povos e suas etnias, línguas e culturas faz com que sejamos uma espécie diferenciada e cheia de costumes. As religiões estão espalhadas e a cada uma se deve uma porção do povo de nosso planeta. Mesmo tendo várias diversidades as religiões têm suas igualdades resplandecentes. Vamos conhecer as mais importantes religiões do mundo e todas as suas designações.

Veja as religiões no mundo e suas diferenças

Cristianismo – Esta é uma das mais conhecidas no Brasil. Temos uma enorme massa aqui em nosso país que se intitula cristão e se subdivide em algumas. A Basílica de São Padro é um dos maiores  templos cristãos do mundo.  Há alguns anos atrás era o maior entre as religiões. O Brasil e o mundo têm várias pessoas que são devotas do cristianismo.  Uma das maiores igrejas do mundo foi construída. Aqui no Brasil o templo do Marcelo Rossi é uma prova de como o cristianismo está presente em  nosso país.


Hinduísmo – Esta religião em contrapartida teve sua ascensão no século 20. Hoje, com a miscigenação das raças, muitas religiões se infiltraram em nossa cultura. Algumas pessoas passaram a cultuar suas artes milenares e entender como o espiritualismo é importante para a vida cotidiana. As técnicas Hindus foram uma dessas religiões que estão bastantes presentes no cotidiano de muitos brasileiros. A Índia é um dos principais países que cultuam o Hindu. Com mais de 73% de sua população sendo hindu. O Brasil é mais pela parte de espiritualidade e não uma religião em si.

Budismo – Esta é uma religião milenar que inspira vários metres de luta entre outras coisas. A Arquitetura budista é uma das mais formidáveis que já se viu. No Brasil isso já vem a anos, mas ainda sim só uma parte da população aderi a essa religião.
Judaísmo – O Judaísmo se espalhou pelo mundo, mas o maior templo judeu fica em Nova York. Com a saíde de Israel, os judeus se espalharam pelo mundo e os Estados Unidos a população chega a 1,5 milhões de judeus.

Veja mais