A importância do leite materno

O aleitamento materno é além de muito saudável para a saúde do bebê, essencial, pois, somente através dele que a criança desde seu nascimento encontra nutrientes fundamentais para sua saúde e seu desenvolvimento, por isso que é extremamente importante as mães amamentarem seus filhos o máximo possível, lembrando que com o passar de alguns meses outro tipo de alimentação pode ser inserido na dieta da criança.
Gorduras, carboidratos, nutrientes, glóbulos brancos, água, ácido graxos, anticorpos, e diversas outras substâncias fundamentais para o desenvolvimento do bebê são encontrados no aleitamento materno. Nos primeiros dias de vida ainda não há leite gerado nas mamas, sendo que o líquido que o bebe ingere é conhecido como colostro, é o líquido que dá ao bebê as primeiras vitaminas e nutrientes após sua chegada ao mundo, e com o tempo o colostro torna-se o próprio leite materno, acompanhando o crescimento e as necessidades do bebê.
Especialistas, médicos pediatras recomendam que a amamentação seja a única fonte de alimentação da criança até pelo menos os seis meses de vida, pois é a fase onde a criança não está forte o bastante para digerir outros alimentos, independente de qual for. A água é presente também no leite materno, não havendo a necessidade de inserir água ou chás na dieta da criança pelo menos até os seis meses de vida também.
Algumas mães não conseguem desenvolver o leite em seu organismo devido a uma série de fatores, e por este motivo não conseguem amamentar seus filhos com o imprescindível leite materno. Justamente para que nenhum recém nascido fique sem leite materno, existe nos hospitais um banco de leite, onde outras mães que possuem bastante leite, doam, para que outras crianças também se alimentem nesta fase crucial da vida que é o nascimento. Se você é mãe ou conhece alguma mãe que esteja com problemas para amamentação, procure o seu médico pediatra e informe a ele o problema, há alguns medicamentos que ajudam, porém devem ser prescritos por um profissional.

Veja mais