A importância da teoria na pratica profissional



Quando se trata de mercado de trabalho uma coisa que pode ser muito mais valorizada é a experiência, que no caso vem apenas com a pratica das atividades em questão, porem, uma pergunta que sempre pode estar em evidencia é a seguinte “Da onde vem a pratica profissional, e o conhecimento que nela é executado?”. Assim com base nesta questão uma frase que pode indicar muito bem este dilema é “Teoria significa saber tudo e nada funcionar.  Prática é tudo funcionar com desconhecimento pleno das razões.”, assim pode chegar na conclusão que a teoria é uma peça fundamental para qualquer habilidade pratica, sendo então um complemento para a pratica. Sendo um grande exemplo os alunos nas faculdades de ensino a distancia, onde se tem muito conteúdo teórico e pouca pratica, sendo um caso valido para universitários, onde falta a pratica para que eles possam executar toda a teoria aprendida no decorrer do curso. Então para que se tenha uma boa formação profissional deve se ter um bom desempenho em atividades teórico-práticas, onde os dois conceitos se unem em um único trabalho, tendo então um profissional completo e que possa se dar bem nas mais variadas funções de sua profissão. Com base em muitas informações percebe-se que os debates sobre o assunto “Teoria x Pratica” são infindáveis, por conta de que alguns afirmam que a teoria é pouco efetiva, por conta de que sua aplicação pode ser tida apenas em situações especificas e particulares, sendo que em outro quem defende a teoria alega que esse conceitos vem sendo as verdadeiras fontes do conhecimento e do saber. Já se tratando se formação de uma profissional a primeira coisa que pode se afirma é que o profissional deve assimilar a pratica juntamente com a teoria, isso para fazer com que futuramente o profissional fique mais eficaz para seguir a sua carreira. Segundos profissionais da área nunca se deve prescindir a teoria da pratica, isso para que se haja o processo total de aprendizagem. Significando então que aprender nada mais é do que estar apto a fazer, sendo que por um lado para isso é necessário que se conheças os mais variados fundamentos, mas também que juntamente com isso se desenvolva aos poucos as mais variadas habilidades que são necessárias para as funções exigidas. Fundamentando qualquer trabalho a teoria não pode ser esquecida, por conta de que sem a base teórica não se tem como sistematizar o conhecimento, sendo um grande exemplo, quando nós aprendemos a ler. Antes de tudo aprendemos cada letra, para que depois possamos formar silabas e por conseqüência aprender as palavras diversas que podem ser formada com as mesmo. A prática, tomada como auto-suficiente, não passa de mera técnica. Esta nos mostra o como fazer (know-how), nos dando prescritivamente passos para realizarmos determinada tarefa. Com base em tudo o que vimos podemos chegar a conclusão que não se deve privilegiar a pratica ou a teoria, sendo então privilegiada a junção da teoria com a pratica, por ser uma relação includente e não excludente, mostrando que um depende do outro para dar certo. Pode também considerar que as duas são auto-suficientes, sendo que a tória fora da pratica, pode se assemelhar com um livro colocado em uma biblioteca onde ninguém o lê, sendo que ele não fará nem um tipo de diferença a sua existência. Assim agora podemos entender que uma pessoa para ser um profissional adequado para o mercado de trabalho deve saber conciliar as duas teorias, e também entender que elas se completam e que podem fazer a total diferença para um local de trabalho melhor colocado.

Veja mais